Gudrun (Susanne Sachße) personagem principal de Reino Framboesa (Bruce la Bruce 2004) em um dos momentos do filme afirma que “não há revolução se nao for uma revolução sexual“ e que por sua vez “nao há revolução sexual se não for uma revolução homossexual“. Fruto da relação entre Cultura Pop e Pornografia surge RILF (referência à tag pornográfica DILF - Daddy I‘d Like To Fuck). A admiração por corpos cede espaço para a fetichização ao espírito tranformador e libertário dos homens representados, ainda que haja controvérsias no que se diz respeito a relação individual de cada um desses revolucionários com a causa LGBTQI - existe por outro lado rumores, e rumores se associam à pratica do hiperlink - importante referência estética na contrucao de RILF.

 

Edition of 100 each

2016/17

digital print on fine art paper

A4

 

1 motif 50€

all 3 motifs 120€ 

Rai Gandra - RILF (Revolutionaries I'd like to fuck)

50,00 €Preis

     © 2019 by iwalewabooks

    • Grey Facebook Icon
    • Grey Instagram Icon